Oi, vc é o visitante numero:
Nosso mascote!

Created by Crazyprofile.com
links
Meu Status
Indicador de Status
posts recentes

O sacrificio

...

...

A utima pra você

...

...

Eles adoram fazer isso

Amoo tanto, só falta uma ...

...

Muitos, e as vezes abro a...

Estou esperando, rs

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

To bem assim...

...

...

...

Pensei em você o dia todo...

...

...

...

...

...

...

Um pouco de nostalgia, po...

...

...

...

...

...

...

...

blog amigo
Minhas Musicas

MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com
Ganhei!!!
arquivos

Julho 2013

Junho 2013

Março 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

blogs SAPO
últ. comentários
É uma história muito bonita, o filme é o meu favor...
Veja bem meu jovem, não é questão de se fazer de d...
Tem mulher que não deixa o cara pegar no se...
Tem mulher que não deixa o cara pegar no se...
Porquê tem mulher que se faz de tão d...
Porquê tem mulher que se faz de tão d...
Porquê tem mulher que se faz de tão d...
Bem, essa é a MINHA lista de namorado perfeito :)
Isso e uma babozera, namorado perfeito e aquele q ...
Sim, continuam querendo seu bem para sempre
Não se sinta tão perdida, procure achar um lado bo...
Gostei do blog :)
Essa minha Amora é uma linda msm viu! *-* se eu so...
Ah minha Amora é tão linda... te amo tanto.. seu b...
kkkkkk que lindo ele morre de ciumes!! adoro kkk
kkkkkk abestaiada neh rum! Ai ai kkk te amo linda!
Essa amora é abestaiada, kkkkkk amo-te
e que decote neh Amora, que decote... >.
Amora linda da minha vida... eu te amo tanto! Obg!...
Quinta-feira, 31 de Março de 2011
Nunca valeu

 

 

 

 

“Eu tinha medo de acreditar em você, tanto que acabei nunca acreditando, tinha medo de te desejar tanto tanto e acabar descobrindo que eu ainda tinha um coração e que ele ainda podia amar muito alguém. Não, eu dizia a mim mesma, eu não vou me apaixonar e nem desejar saber tudo ao seu respeito, querer conhecer sua mãe e ser apresentada aos seus amigos. Você não sabia, mas quando eu chegava em casa eu repassava cada palavra que você dizia, cada gesto que você fazia, cada beijo seu e me perguntava se valia mesmo a pena, e a resposta que eu sempre encontrava é que não valia. E nunca valeu, nunca valerá…”

 

 

 

 

 

 

Déia Nascimento

 



publicado por Déia Nascimento às 02:36
link do post | comentar | favorito
|

Teorema

 

 

 

 Eles se amam. Todo mundo sabe mas ninguém acredita. Não conseguem ficar juntos. Simples. Complexo. Quase impossivel. Ele continua vivendo sua vidinha idealizada e ela continua idealizando sua vidinha. Alguns dizem que isso jamais daria certo. Outros dizem que foram feitos um para o outro. Eles preferem não dizer nada. Preferem meias palavras e milhares de coisas não ditas. Ela quer atitudes, ele quer ela. Todas as noites ela pensa nele, e todas as manhãs ele pensa nela. E assim vão vivendo até quando a vontade de estar com o outro for maior do que os outros. Enquanto o mundo vive lá fora, dentro de cada um tem um pedaço do outro. E mesmo sorrindo por ai, cada um sabe a falta que o outro faz. Nunca mais se viram, nunca mais se tocaram e nunca mais serão os mesmos. É fácil porque os dias passam rápidos demais, é dificil porque o sentimento fica, vai ficando e permanece dentro deles. E todos os dias eles se perguntam o que fazer. E imaginam os abraços, as noites com dores nas costas esquecidas pelo primeiro sorriso do outro. E que no momento certo se reencontrem e que nada, nada seja por acaso.

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por Déia Nascimento às 02:35
link do post | comentar | favorito
|

Eu sou assim!

 

 

 

As pessoas sempre querem saber mais de mim, poxa sou tão interessante por fora neh mesmo?? Sempre essa fantasia de garota legal, descolada e decidida. Mais meu bem, essa é apenas a faixada, por que não tenta me conhecer além disso?? Tati Bernardi me descreve no seu belissímo texto ( algumas adaptações minha). Ler depois responde.

 

 

Eu sou sim a pessoa que some, que surta, que vai embora, que aparece do nada, que fica porque quer, que odeia a falta de oxigênio das obrigações, que encurta uma conversa besta, que estende um bom drama, que diz o que ninguém espera e salva uma noite, que estraga uma semana só pelo prazer de ser má e tirar as correntes da cobrança do meu peito. Que acha todo mundo meio feio, meio bobo, meio burro, meio perdido, meio sem alma, meio de plástico, meia bomba.

  E se você quiser um romance ( e eu tbm claro) eu vou sumir quando você menos esperar , eu vou surtar com você , vou querer que você sinta medo, orgulho , paixão , tesão , fome de mim . Eu vou ter as vontades mais loucas , eu vou sentir inveja até da sua sombra por estar perto de você de dia , e do seu travesseiro por estar com você a noite . Eu vou aparecer só pra você me perceber , eu vou sumir e aparecer milhões de vezes pra você me notar . Eu vou ter sede da sua atenção , eu vou querer seu " mais eu te amo " quando eu disser " eu te odeio , e não quero mais te vê por aqui " , eu vou querer um beijo roubado no meio daquela briga , eu vou querer seus elogios quando o espelho estiver de mal comigo , eu vou querer sua sinceridade quando for necessário , e a sua doce mentira quando minha vaidade precisar , eu vou querer surpresas no meio do dia , ligações inesperadas , eu voou respirar você , eu vou amar você...

 

 

E aí vai querer mesmo cruzar meu caminho?

 

 

 

Tati Bernardi

 

 

 



publicado por Déia Nascimento às 00:10
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Terça-feira, 29 de Março de 2011
Adeus canção de ninar,

Estou em uma nova fase, e pra se ter recomeços é necessario dizer Adeus ao passado. Ao passado que interfere no meu presente no meu futuro. Viver é aprender e eu aprendi tanto, que até me sinto meio tonta as vezes, rs. Deve ser o excesso de informações, lembranças e conselhos inuteis.  E nada melhor que me livrar de tudo isso, esvaziar a mente e levar comigo apenas o aprendizado. 

Agora to aprendendo a ser mais racional, cansei de ser uma garota boba, quero ser agora uma mulher inteligente e racional. As emoções nunca me fizeram muito bem, não quero ser fria, impassível, mais também não quero me entregar tanto aos meus sentimentos. Por que eles podem me levar ao céu e ao abismo ao mesmo tempo. E isso não me parece muito atrativo, não de um ponto de vista racional, mais como diz a diva Avril Lavigne "Adeus canção de ninar" é hora de acordar, e antes tarde do que nunca!

 

 

 

Adeus

 

Adeus, adeus,
Adeus, meu amor.
Eu não posso esconder, não posso esconder,
Não posso esconder, o que veio.
Eu tenho que ir, eu tenho que ir
Eu tenho que ir, e deixá-lo sozinho
Mas sempre saiba, sempre saiba
Sempre saiba que eu te amo tanto
Eu te amo tanto
Eu te amo tanto

 

Adeus, olhos castanhos.
Adeus, por ora.
Adeus, querido.
Cuide-se.
Eu tenho que ir, tenho que ir,
Eu tenho que ir e deixá-lo sozinho
Mas sempre saiba, sempre saiba,
Sempre saiba que eu te amo tanto
Eu te amo tanto, oh
Eu te amo tanto, ooh

Canção de ninar, distraia-me com seus rimas.
Canção de ninar
Canção de ninar, me ajudar a dormir hoje à noite
Canção de ninar (Canção de ninar)

Eu tenho que ir (Adeus)
Eu tenho que ir (Adeus)
Eu tenho que ir (Adeus)
E deixá-lo sozinho
Mas sempre saiba (Adeus)
Sempre saiba
Adeus (Adeus)
Eu te amo tanto (Adeus, canção de ninar)
Eu te amo tanto (Adeus)
Eu te amo tanto (Adeus, olhos castanhos)
Eu te amo tanto (Adeus)



Avril Lavigne

 

 

 

 

 

                   

 

 

 

 



publicado por Déia Nascimento às 02:29
link do post | comentar | favorito
|

Você sente?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

" Você sente porque você sente, ou você sente pq quer sentir? "


 Essa é uma boa frase, me faz refletir, as vezes nós queremos tanto sentir algo que um dia parece normal sentir, como se fosse algo inevitável. Mais se eu aprendi uma coisa nesta vida é que nada é inevitavel, e deixar de sentir é uma dessas coisas que não são inevitáveis, a não ser claro, que você sinta por sentir ai fica um pouco mais complicada as coisas,rs. Mais enfim esse não é o meu caso, sempre fui muito dona dos meus sentimentos, eu sempre pude controla-los não seria agora diferente. E eu não quero mais sentir, porque sentir o que eu sinto  não me faz bem. E o tempo me ensinou que nenhum sentimento é tão intenso pra sempre. E eu posso viver sem isso, basta eu querer. Viver em paz é tão melhor, ter objetivos é tão melhor. E por isso eu parei de querer sentir, por vc! 

Agora sinto por muitas outras coisas, que no começo não me pareciam tão interessantes mais agora são. Eu preciso muito resolver algumas coisinhas da minha vida,rs, quero passar no vestibular ou em um concurso, quero aprender a fazer aquilo que me faz bem, a sentir aquilo que me faz bem, a querer aquilo que me faz bem. Preciso me auto realizar, pensar mais em mim, me centrar, e sem ele por aqui tudo se torna bem mais fácil. É, as vezes o destino tem artimanhas que me surpreendem, artimanhas que me faz chorar, querer sumir, mais que também me dá cada vez mais força e sabedoria. E o que importa agora não é tudo que se foi e sim tudo que ficou.

Não quero mais sentir o que eu sentia, adeus angustia, adeus ansiendade, adeus dúvidas e incertezas, adeus paixões infundadas e impossiveis, adeus ilusões!  

Adeus e não voltem mais, afinal eu sentia pq queria sentir, e agora não quero e nem preciso mais!!

 

 

 

Déia Nascimento 

 

 




publicado por Déia Nascimento às 02:00
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 1 de Março de 2011
"Saudades"

Saudades

 

 

 


Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida.
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
quando escuto uma voz, quando me lembro do passado,
eu sinto saudades...

Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
de pessoas com quem não mais falei ou cruzei...

Sinto saudades da minha infância,
do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro,
do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, se Deus quiser...

Sinto saudades do presente,
que não aproveitei de todo,
lembrando do passado
e apostando no futuro...

Sinto saudades do futuro,
que se idealizado,
provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser...

Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei!
De quem disse que viria
e nem apareceu;
de quem apareceu correndo,
sem me conhecer direito,
de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.

Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito!

Daqueles que não tiveram
como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida
e que só enxerguei de vislumbre!

Sinto saudades de coisas que tive
e de outras que não tive
mas quis muito ter!

Sinto saudades de coisas
que nem sei se existiram.

Sinto saudades de coisas sérias,
de coisas hilariantes,
de casos, de experiências...

Sinto saudades do cachorrinho que eu tive um dia
e que me amava fielmente, como só os cães são capazes de fazer!

Sinto saudades dos livros que li e que me fizeram viajar!

Sinto saudades dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar,

Sinto saudades das coisas que vivi
e das que deixei passar,
sem curtir na totalidade.

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que...
não sei onde...
para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi...

Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades
Em japonês, em russo,
em italiano, em inglês...
mas que minha saudade,
por eu ter nascido no Brasil,
só fala português, embora, lá no fundo, possa ser poliglota.

Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria,
espontaneamente quando
estamos desesperados...
para contar dinheiro... fazer amor...
declarar sentimentos fortes...
seja lá em que lugar do mundo estejamos.

Eu acredito que um simples
"I miss you"
ou seja lá
como possamos traduzir saudade em outra língua,
nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha.

Talvez não exprima corretamente
a imensa falta
que sentimos de coisas
ou pessoas queridas.

E é por isso que eu tenho mais saudades...
Porque encontrei uma palavra
para usar todas as vezes
em que sinto este aperto no peito,
meio nostálgico, meio gostoso,
mas que funciona melhor
do que um sinal vital
quando se quer falar de vida
e de sentimentos.

Ela é a prova inequívoca
de que somos sensíveis!
De que amamos muito
o que tivemos
e lamentamos as coisas boas
que perdemos ao longo da nossa existência...

 

 


Clarice Lispector



publicado por Déia Nascimento às 02:00
link do post | comentar | favorito
|

Dê- me a coragem...

 

É tão difícil falar e escrever coisas que não podem ser ditas. É tão silencioso. Não consigo traduzir o silêncio do encontro entre o pensar e o escrever. Dificílimo contar. Eu até tento mais tais momentos são meus segredos. Jamais conseguirei descrever o que estou sentindo neste momento. Não sei o que pensar mais, na verdade acho que estou cansada de tanto pensar, porque nada disso adianta quando eu nada posso fazer á respeito, eu não posso mudar o que aconteceu e o que  ficou e não posso mudar como se sinto com tudo isso. Só me resta esperar e pedir a Deus pra me dar forças. E que no fim, tudo acabe bem.

 

 

Meu Deus, me dê a coragem...

Meu Deus, me dê a coragem de viver trezentos e sessenta e cinco dias e noites, todos vazios sem ele. Me dê a coragem de considerar esse vazio como uma plenitude. Faça com que eu saia vitoriosa e que eu aprenda com tudo isso. Faça com que eu possa falar com este vazio tremendo e receber como resposta o seu amor que me nutre e  me embala. Faça com que eu tenha a coragem de o esquecer, sem sofrer e sem me arrepender. Faça com que a solidão não me destrua e que não me faça tentar novamente entrar na vida dele que já não tem mais espaço para nós dois. Faça com que minha solidão me sirva de companhia. Faça com que eu tenha a coragem de me enfrentar. Faça com que eu saiba ficar com o nada e mesmo assim me sentir como se estivesse plena de tudo. Receba em teus braços meu pecado de pensar. Receba em teus braços as minhas preces. Cuide de nós, olhe por ele. Que alguma forma de meu amor possa chegar em seu coração e o acalmar nos momentos dificieis que ele esta vivendo. Meu Deus dê- me coragem de esquece-lo e seguir a minha vida em frente, sem amarguras e sem tristezas, amém.

 

 

 

 

 

 

 

 

Déia Nascimento!

 

 



publicado por Déia Nascimento às 01:27
link do post | comentar | favorito
|

Quando a dor te corta

" (...)Não tenho nada a dizer, eu fico mudo quando a dor te corta, e nessas horas nada mais importa, nem oração, nem poemas, nem música, nem televisão ,nem sentir raiva, nem pena, Não adianta fugir, nem segurar sua mão,vou esperar do seu lado a tempestade passar, vou esperar do seu lado, porque eu só posso esperar.Queria fazer milagres, te dar alívio pondo a mão no seu peito, limpar o céu dessas nuvens e te entregar um dia perfeito,mas vem a dor feito enchente levando o sol, te carregando pro escuro, Levando preces, milagres, e agora eu morro de pressa de chegar ao futuro. Vou esperar do seu lado a tempestade passar, vou esperar do seu lado, Porque eu só posso esperar..."

 

Leoni- Quando a dor te corta

 

 

 

 

Hoje mais do que nunca eu preciso escrever, eu preciso encontrar uma forma de minimizar toda essa angustia, toda essa tristeza. Existem fatos que simplesmente nos arrasam, nos deixa no chão, e fatos quando não são confirmados, doem mais. A incerteza me mata. E então eu escrevo, na esperança de poder tirar um pouco tudo isso de dentro de mim. Simplesmente não consigo entender como eu fui me perder assim e principalmente não entendo como você foi se perder. Será possivel amar o que não se conhece? Nego a acreditar nesses fatos que me levam a te desconhecer. Não, não, isso não é você. Não o você que conheci, o você que se aconchegou nos meus braços,  o você que me contou seus medos, seus anseios. O você que eu aprendi a amar e admirar mesmo com todos os defeitos do mundo. Será que eu realmente te conheci? Tá doendo muito, e hoje eu não quero negar, eu não quero esconder, EU NÃO PRECISO. 

Posso estar me precipitando, mais algo me diz que estou certa. Eu nunca senti o que estou sentindo hoje, esse aperto, essa desesperança. Eu só queria que você estivesse bem e feliz.  É, eu te amo, e hoje mais do que nunca eu sei disso. Eu sinto isso. E eu queria poder te dizer. Mais eu não posso. Só que dessa vez é algo muito maior que o orgulho que me impede. É uma barreira quase intransponivel que me impede, e eu sei que ela só me afasta cada vez mais de você. Ela é mais poderosa que as barreiras visíveis. Essa me arremessa pra longe de tudo que se relacione á nós dois. E eu não queria, mais essa é a hora de desistir de você. E eu preciso de muita força agora. Assim como você também precisa...


 

 

 

 

 

   

 

Déia Nascimento 

 

 

 

 

" (...) Mas como eu começo depois do fim, o som da porta batendo atrás de mim, minha vida se parte em pedacinhos pequenos,O que restou, o que dizer, prá quem ligar, aonde ir?O vazio total e a urgência de recomeçar, em que casa, em que rua, em que mundo eu vou morar?

Onde eu vou entre o fim do dia e o começo do sono?Prá te esquecer me entrego pra qualquer bobagem na TV, E eu rezo pra dormir, mas Deus não quer me ouvir, eu tento resistir, enquanto a noite e o céu desabam sobre mim..."


 

Leoni- Depois do fim

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por Déia Nascimento às 00:21
link do post | comentar | favorito
|

Nova chance

 

 

 

 

Toda vez que você me pergunta porque eu não dou uma chance á nós dois, eu apenas solto um sorrisinho, desvio ou olhar e mudo de assunto. Mais depois quando me sinto sozinha e cansada de tanto bater cabeça por ai, eu me pego perguntando a mim mesma por que não dá uma chance pra mim.  As vezes parece que todos os caminhos que eu sigo sempre terminam no mesmo lugar: VOCÊ. Porque você é exatamente onde tudo começou, e é você que nunca me esquece, que nunca desiste de mim, mesmo com as minhas diversas crises de infantilidade. E você é tão especial que me faz querer aprender a amar assim como você me ama. Mais eu não consigo simplesmente ficar ao seu lado por ser a minha ultima opção, a qual eu sei que abandonaria em um piscar de olhos sem nem pensar caso encontrasse outra. Mais você não merece isso, eu não mereço, nós não merecemos.

No entanto, todos esses quatro anos me fazem pensar que ás vezes é melhor ficar ao lado de quem realmente gosta de nós. Sim é menos emocionante, não tem aquela  idiota sensação de borboletas no estômago, mais pelo menos é seguro e estável. E no final é isso que todos nós acabamos procurando: o nosso porto seguro, um local onde mesmo com as nossas diversas idas e vindas sempre somos bem vindos. E de verdade eu estou tão cansada de andar por ai sem nenhuma garantia de igualdade de sentimentos, sera que isso realmente existe? Começo a pensar que cada um sempre sente de uma maneira diferente. É, preciso começar a aceitar isso. Neste momento me veio á cabeça você me dizendo que nós dois sempre estamos procurando não sei o que, por não sei aonde, e que na verdade somos iguais e no fundo procuramos a mesma coisa.  E eu estou quase acreditanto nisso. Talvez esteje realmente na hora de dar uma chance a nós, uma chance pra mim. E por que não?

 

 

 

 

Déia Nascimento 




publicado por Déia Nascimento às 00:12
link do post | comentar | favorito
|


Get your own Wavy Scroller
pesquisar