Oi, vc é o visitante numero:
Nosso mascote!

Created by Crazyprofile.com
links
Meu Status
Indicador de Status
posts recentes

O sacrificio

...

...

A utima pra você

...

...

Eles adoram fazer isso

Amoo tanto, só falta uma ...

...

Muitos, e as vezes abro a...

Estou esperando, rs

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

To bem assim...

...

...

...

Pensei em você o dia todo...

...

...

...

...

...

...

Um pouco de nostalgia, po...

...

...

...

...

...

...

...

blog amigo
Minhas Musicas

MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com
Ganhei!!!
arquivos

Julho 2013

Junho 2013

Março 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

blogs SAPO
últ. comentários
É uma história muito bonita, o filme é o meu favor...
Veja bem meu jovem, não é questão de se fazer de d...
Tem mulher que não deixa o cara pegar no se...
Tem mulher que não deixa o cara pegar no se...
Porquê tem mulher que se faz de tão d...
Porquê tem mulher que se faz de tão d...
Porquê tem mulher que se faz de tão d...
Bem, essa é a MINHA lista de namorado perfeito :)
Isso e uma babozera, namorado perfeito e aquele q ...
Sim, continuam querendo seu bem para sempre
Não se sinta tão perdida, procure achar um lado bo...
Gostei do blog :)
Essa minha Amora é uma linda msm viu! *-* se eu so...
Ah minha Amora é tão linda... te amo tanto.. seu b...
kkkkkk que lindo ele morre de ciumes!! adoro kkk
kkkkkk abestaiada neh rum! Ai ai kkk te amo linda!
Essa amora é abestaiada, kkkkkk amo-te
e que decote neh Amora, que decote... >.
Amora linda da minha vida... eu te amo tanto! Obg!...
Terça-feira, 31 de Janeiro de 2012
...

Sensível demais você me deixou e agora
Como dominar as emoções...

 

 

 

 




publicado por Déia Nascimento às 23:45
link do post | comentar | favorito
|

...


Escolha, entre todas as escolhas que tiveres, aquela que seu coração mais gostar, e persiga-a até o fim do mundo. Mesmo que ninguém compreenda, como se fosse um combate. Um bom combate, o melhor de todos, o único que vale a pena. O resto é engano, minha filha, é perdição.

 

{#emotions_dlg.ok}



publicado por Déia Nascimento às 22:11
link do post | comentar | favorito
|

...

"Não é fácil explicar. Faço as coisas por empolgação e no outro dia, sei lá. Sou dessas pessoas que ficam procurando as canções no rádio até achar um clássico, algo perfeito para aquele horário do dia, aquele semáforo. A música acaba e eu troco de estação."

 




publicado por Déia Nascimento às 01:41
link do post | comentar | favorito
|

...

"Eu não tenho idéia porque a gente fica adiando as coisas, mas se eu tivesse que chutar, diria que tem muito a ver com o medo. Medo do fracasso. Medo da dor. Medo da rejeição. Seja lá do que a gente tenha medo, uma coisa é sempre verdade: com o tempo, a dor de não ter tomado uma atitude fica pior do que o medo de agir."

 


 




publicado por Déia Nascimento às 01:27
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 24 de Janeiro de 2012
...

E então descobri, que a ti pertencia, tudo que me faltava, enfim.



publicado por Déia Nascimento às 20:41
link do post | comentar | favorito
|

...

 

 

 

"Nunca sofra por não ser uma coisa ou por sê-la."

 



publicado por Déia Nascimento às 20:29
link do post | comentar | favorito
|

...

 

Eu preciso aprender a ser menos. Menos dramática. Menos intensa. Menos exagerada. Alguém já desejou isso na vida: ser menos? Pois é. Estranho. Mas eu preciso. Nesse minuto, nesse segundo, por favor, me bloqueie o coração, me cale o pensamento, me dê uma droga forte para tranqüilizar a alma. Porque eu preciso. E preciso muito. Eu preciso diminuir o ritmo, abaixar o volume, andar na velocidade permitida, não atropelar quem chega, não tropeçar em mim mesma. Eu preciso respirar. Me aperte o pause, me deixe em stand by, eu não dou conta do meu coração que quer muito.”



publicado por Déia Nascimento às 19:58
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 22 de Janeiro de 2012
...
Então, eu me sinto feliz. E todas as estrelas riem docemente…
O Pequeno Príncipe.


publicado por Déia Nascimento às 01:49
link do post | comentar | favorito
|

...

Escrevemos porque ninguém nos ouve.



publicado por Déia Nascimento às 01:47
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 6 de Janeiro de 2012
...

 

"Olho para trás e vejo aquela menina que queria entender tudo, com medo de que não coubesse tamanha quantidade de informação dentro de si. Coube e ainda cabe. E quanto mais entra, mais sobra espaço para a dúvida. Compreendo hoje que nunca entenderei a morte, os sonhos, a sensação de dejá-vu e as premonições. Nunca entenderei por que temos empatia com uma pessoa e nenhuma com outra. Não entendo como o mar não cansa, nem o sol. Não compreendo a maldade, ainda que a bondade excessiva também me bote medo."

 

(Martha Medeiros)



publicado por Déia Nascimento às 01:34
link do post | comentar | favorito
|

...

 

 

Toda pessoa é sempre as marcas de outras tantas pessoas. E é tão bonito quando a gente entende que a gente é tanta gente onde quer que a gente vá. É tão bonito quando a gente sente que nunca está sozinho por mais que pense que está.



publicado por Déia Nascimento às 01:10
link do post | comentar | favorito
|

...
Alguém me perguntou se eu conhecia você, um milhão de memórias passaram pela minha mente e eu sussurrei:
- Não mais.



publicado por Déia Nascimento às 00:55
link do post | comentar | favorito
|

Desejo que voce tenha a quem amar...

(...) Quando você ficar triste,  que seja por um dia e  não o ano inteiro...
E que você descubra que rir é bom mas que rir de tudo é desespero...

Desejo! Que você tenha a quem amar, e quando estiver bem cansado ainda, exista amor prá recomeçar.
Prá recomeçar...

Prá recomeçar...

Eu te desejo muitos amigos,  mas que em um você possa confiar,  e que tenha até inimigos prá você não deixar de duvidar...

 



publicado por Déia Nascimento às 00:16
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 3 de Janeiro de 2012
Adoroo



publicado por Déia Nascimento às 03:34
link do post | comentar | favorito
|

...



publicado por Déia Nascimento às 03:30
link do post | comentar | favorito
|

...

"— Às vezes eu acho que você realmente me entende. É como se existisse uma pessoa aí dentro. Como se você entendesse tudo.
Eu entendo, disse a mim mesmo. Eu entendo."

 

 

 




publicado por Déia Nascimento às 03:19
link do post | comentar | favorito
|

...

 

Deitaram na cama e permaneceram ali. Daquele jeitinho. Quietos, abraçados. Ela pôde sentir seu cheiro, seu toque. E não desejava mais nada, além de tê-la por perto.
Tumblr_llkcdqvxpm1qgubi8o1_500_large



publicado por Déia Nascimento às 03:18
link do post | comentar | favorito
|

Em frente, sempre

 

 

 

“Lá está ela, mais uma vez. Não sei, não vou saber, não dá pra entender como ela não se cansa disso. Sabe que tudo acontece como um jogo, se é de azar ou de sorte, não dá pra prever. Ou melhor, até se pode prever, mas ela dispensa. Acredito que essa moça, no fundo gosta dessas coisas. De se apaixonar, de se jogar num rio onde ela não sabe se consegue nadar. Ela não desiste e leva bóias. E se ela se afogar, se recupera. Estranho e que ela já apanhou demais da vida. Essa moça tem relacionamentos estranhos, acho que ela está condicionada a ser uma pessoa substituta. E quem não é? A gente sempre acha que é especial na vida de alguém, mas o que te garante que você não está somente servindo pra tapar buracos, servindo de curativo pras feridas antigas? A moça…ela muito amou, ama, amará, e muito se machuca também. Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar. Às vezes esse alguém aparece, outras vezes, não. E pra ela? Por quem ela espera? E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. A moça – que não era Capitu, mas também têm olhos de ressaca – levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário… Por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.”

 

 




publicado por Déia Nascimento às 03:13
link do post | comentar | favorito
|

...

Te desejo uma fé enorme.
Em qualquer coisa, não importa o quê.
Desejo esperanças novinhas em folha, todos os dias.
Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo.
Que a gente reconheça o poder do outro sem esquecer do nosso.
Que as mentiras alheias não confundam as nossas verdades, mesmo que as mentiras e as verdades sejam impermanentes.
Que friagem nenhuma seja capaz de encabular o nosso calor mais bonito.
Que, mesmo quando estivermos doendo, não percamos de vista nem de sonho a ideia da alegria.
Tomara que apesar dos apesares todos, a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão de se sentir feliz.
As coisas vão dar certo.
Vai ter amor, vai ter fé, vai ter paz – se não tiver, a gente inventa.
Te quero ver feliz, te quero ver sem melancolia nenhuma.
Certo, muitas ilusões dançaram. Mas eu me recuso a descrer absolutamente de tudo, eu faço força para manter algumas esperanças acesas, como velas.
Que 2012 seja doce. Repito sete vezes para dar sorte: que seja doce que seja doce que seja doce e assim por diante.
Que seja bom o que vier, pra você.

 

A todos que fazem a minha vida mais doce. 

 

 



publicado por Déia Nascimento às 03:02
link do post | comentar | favorito
|

...

 

 

 

E derepente eu cheguei á uma conclusão: pra ser poeta é preciso ser muito triste e dramatico ou um bom fingidor. Depois de tanto ler meus poetas preferidos: Clarice Lispector, Caio Fernando, Tati Bernadi, percebo que não quero ser poeta, nem escritora, nem nada, porque é necessário sentir pra escrever. E puts como essas pessoas sofrem. O Caio é um eterno incompreendido, apaixonado incorrigivel. A Tati? Coitada não tem sorte no amor. Vive reclamando dos homens,rs. A Clarice é meio delirante as vezes, deve ser dificil ser tão profunda.  Nostalgia, desamor, carencia, tristeza, são bonitos apenas nos textos, nos poemas. Ultimamente não tenho conseguido encontrar nesses meus escritores preferidos, coisas que eu esteja sentindo. Será que eles não podem ser nem um pouquinho mais positivos e felizes? Será que eles só escrevem oq realmente sentem?  Sentir demais é uma merda mesmo. Olha só isso:

 

"Chorei vinte e sete minutos ininterruptamente naquele banheiro. Senti uma solidão profunda, devastadora, invencível, arrebatadora e inexplicável."

Tati Bernardi

 

Dias tristes, vontade de fazer nada, só dormir. Dormir porque o mundo dos sonhos é melhor, porque meus desejos valem de algo, dormir porque não há tormentos enquanto sonho, e eu posso tornar tudo realidade.

Caio Fernando Abreu

 

Acordei hoje com tal nostalgia de ser feliz. Eu nunca fui livre na minha vida inteira. Por dentro eu sempre me persegui. Eu me tornei intolerável para mim mesma. Vivo numa dualidade dilacerante. Eu tenho uma aparente liberdade mas estou presa dentro de mim.

Clarice Lispector 

 

 

Viu só, é disso que eu estou falando, ler isso me dá a sensação, de que algumas pessoas precisam serem incrivelmente tristes e solitárias, para escreverem bem. Mais mesmo assim admiro vcs, Tati, Caio, Clarice, boa noite. 

 




publicado por Déia Nascimento às 02:24
link do post | comentar | favorito
|

...

E talvez eu não esteja por perto pra ver essa mudança.



publicado por Déia Nascimento às 02:21
link do post | comentar | favorito
|

...

"Daí ela se lembrou de como é ser forte. Ela enxugou suas lágrimas e sorriu. Sim, sorriu, porque ela sabe que algo melhor está por vir. Ela sabe."

 

 




publicado por Déia Nascimento às 02:13
link do post | comentar | favorito
|

2.012

É acabou 2011, estamos em 2012. Eu poderia fazer o balanço do meu ano, mais sinceramente, não estou afim. Tantas coisas aconteceram, mais eu não sei. Pouca coisa realmente ficou, pouca coisa realmente importou. Tantos acontecimentos que nem sei se valem apena serem falados, revividos. Mas posso dizer que 2011 foi o ano mais contraditório da minha vida, ora triste, ora feliz. Eu gostaria de poder apagar muitas coisas desse ano. Perdi muitas pessoas importantes. Pessoas que estão do meu lado mais ao mesmo tempo não estão. No entanto não posso apenas reclamar, também ganhei pessoas importantes. Conheci muita gente, apredi muita coisa. 

Ano novo, vida nova. Gostaria de poder dizer isso. No entanto existem tantas pendencias do meu ano velho que precisam ser resolvidas. Mas uma coisa é certa: em 2012 quero fazer tudo que não fiz, quero mudar de rotina, quero fazer mais amigos, quero ser mais feliz.  Pela primeira vez, eu sei exatamente tudo que dever ser feito. Ainda bem que existe sempre uma nova oportunidade para se recomeçar. E para aqueles que fizeram o meu 2011 mais doce, eu só tenho a agradacer, e pedir gentilmente que fiquem, que continuem colorindo meus dias, a minha vida.

 

Obrigado meu Deus, por tudo, principalmente pelas oportunidades, embora muitas vezes desperdiçadas.

 

Que venha 2012, e que me traga muitos sorrisos!

 

 

normalidadeincomum:Ano Novo de gorda.



publicado por Déia Nascimento às 01:21
link do post | comentar | favorito
|


Get your own Wavy Scroller
pesquisar