Oi, vc é o visitante numero:
Nosso mascote!

Created by Crazyprofile.com
links
Meu Status
Indicador de Status
posts recentes

O sacrificio

...

...

A utima pra você

...

...

Eles adoram fazer isso

Amoo tanto, só falta uma ...

...

Muitos, e as vezes abro a...

Estou esperando, rs

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

To bem assim...

...

...

...

Pensei em você o dia todo...

...

...

...

...

...

...

Um pouco de nostalgia, po...

...

...

...

...

...

...

...

blog amigo
Minhas Musicas

MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com
Ganhei!!!
arquivos

Julho 2013

Junho 2013

Março 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

blogs SAPO
últ. comentários
É uma história muito bonita, o filme é o meu favor...
Veja bem meu jovem, não é questão de se fazer de d...
Tem mulher que não deixa o cara pegar no se...
Tem mulher que não deixa o cara pegar no se...
Porquê tem mulher que se faz de tão d...
Porquê tem mulher que se faz de tão d...
Porquê tem mulher que se faz de tão d...
Bem, essa é a MINHA lista de namorado perfeito :)
Isso e uma babozera, namorado perfeito e aquele q ...
Sim, continuam querendo seu bem para sempre
Não se sinta tão perdida, procure achar um lado bo...
Gostei do blog :)
Essa minha Amora é uma linda msm viu! *-* se eu so...
Ah minha Amora é tão linda... te amo tanto.. seu b...
kkkkkk que lindo ele morre de ciumes!! adoro kkk
kkkkkk abestaiada neh rum! Ai ai kkk te amo linda!
Essa amora é abestaiada, kkkkkk amo-te
e que decote neh Amora, que decote... >.
Amora linda da minha vida... eu te amo tanto! Obg!...
Domingo, 17 de Julho de 2011
A Única Exceção

' (...) Talvez eu saiba, em algum lugar no fundo da alma que o amor nunca dura, e temos que arranjar outros meios de seguir em frente sozinhos. Ou ficar com uma cara boa. E eu sempre vivi assim, mantendo uma distância confortável. Até agora. Eu tinha jurado a mim mesma que eu estava contente com a situação, porque nada disso algum dia valeu o risco, mas... você é a única exceção.
Eu tenho uma forte noção de realidade mas eu não consigo deixar o que está na minha frente. Eu sei que você está partindo quando  acordar de manhã, mais me deixe uma prova de que não é um sonho...
Você é a única exceção !'

 

 

 

 

 

Já aconteceu de voce gostar tanto, mais tanto de uma pessoa, á ponto de só querer o bem dela, independente de estarem juntos ou não?

Eu me encontro nessa sitaução, não sei nem dar nome á ela. Mais agente nunca precisou de rótulos mesmo. A nossa história é a coisa menos complicada da minha vida, eu sei que nem sempre estamos juntos, mais tudo isso parece me fortalecer. Já me acostumei com as suas indas e vindas, na verdade até prefiro desta maneira, por que senão eu estragaria tudo. No entanto como eu nem tenho tempo de pensar, a única coisa que faço quando estou á seu lado é aproveitar.

Ah aproveitar, aproveitar cada carinho seu, guardar cada palavra sua, cada gesto, cada sorriso, cada sinal. Eu amo ficar olhando pros seus olhos, pra sua boca quando voce fala, absorvendo cada instante,  existe entre nós tantas coisas para se falar, tantos assuntos, e mesmo quando rola um silencio, que é raro, nós não nos sentimos mal, nós aproveitamos cada instante, cada minuto. AH tudo é tão mais fácil, tão mais natural com voce.

Porque eu sei que só o fato de estarmos juntos já basta, sem cobranças, sem neuras, sem charminhos, sem segundas intenções. Eu sei que posso ficar deitada na sua cama apenas olhando pra voce dormir, sentir sua respiração, ouvir as batidas do seu coração. Com agente as coisas simplesmente acontecem naturalmente, nos seus braços eu simplesmente consigo ser mais eu.

Jamais, por mais que eu tente, conseguir entender o que realmente se passa entre nós, eu ja busquei explicações, mais simplesmente não encontro, quando foi que tudo começou mesmo? Ele foi me conquistando tão sorrateiramente que eu nem percebi, quando dei por mim, ja estava completamente envolvida. É justamente isso que eu amo nele: a SUTILEZA, a forma tão carinhosa e doce que ele me trata, o respeito que ele tem comigo, tudo que ele faz é tão sutil,  o beijo, o toque, até a sua forma calma, baixa, pausada de falar é assim. Eu não consigo imaginar o meu coração sem isso, por mais que seja só por algumas vezes no ano, são momentos que marcam pra sempre. E não posso negar que os meus melhores momentos foram com ele, momentos os quais sempre me senti livre, á vontade, longe das obrigações, das regras. 

Acredito que isso realmente seja amor, porque ele sempre está no meu coração, mesmo quando não está aqui, porque ele nunca me fez sofrer, chorar, me arrepender. Pode se passar meses e meses mais nada muda entre nós, a sintonia nunca se perde, é como se já houvesse algo programado dentro da gente. 

As vezes não vou negar,  sinto vontade de estar com ele, mais ai o simples fato de lembrar que ele existe, mesmo estando tão longe de mim, já me consola, já me faz bem. Ele é um homem tão maravilhoso, sempre me surpreende, eu o admiro tanto, amo a maneira suave que ele me olha, que pega na minha mão, deita no meu colo, me pede um beijo, amo até mesmo a mania irritante que ele tem de  ficar pegando na minha orelha, de ser tão perfeccionista, cuidar de cada detalhe, cada coisinha que passaria despercebida aos olhos de qualquer outro cara comum.

COMUM, ta ai uma coisa que ele nunca foi, as vezes me pergunto, de onde ele tira tanta tranquilidade, equilibrio e sossego... Quando estamos juntos até consigo absorver tanta paz, esqueço  do mundo lá fora, esqueço dos problemas, esqueço do dia seguinte que ele não estará mais comigo. Dia que sempre é feliz, por mais incrivel e contraditório que pareça, ele deixa em mim uma espécie de ressaca, um torpor que só me faz bem.

Fico me perguntando, como seria se ele estivesse sempre aqui? Será que a mágica permaneceria, seria a mesma? Não sei. Mais tudo é tão bom como sempre foi, como está, que eu prefiro não arriscar.

 

 

 

"Tão inconvenientemente humanos em toda a nossa imperfeição não conjugal. Porque eu sei que, no final das contas, tudo ficará bem. Se você estiver ao meu lado, sorrindo, enquanto o pôr-do-sol luta ao nosso favor para que este dia não se acabe. Tão pertencentes e dependentes um do outro."

 

 

 

{#emotions_dlg.heart}

 

 

 

Déia Nascimento!





publicado por Déia Nascimento às 00:14
link do post | comentar | favorito

Sábado, 16 de Julho de 2011
Á um grande amor que virá...

 

 

 

 

 

Hoje, deitada ao seu lado, vendo você dormindo tão tranquilo e com esse sorriso no rosto, me veio em  mente tudo que já vivemos, todos os sonhos que sonhamos juntos, que realizamos. Hoje mais do que nunca vc é a minha realidade, a minha vida. Voce é tudo que um dia eu sempre quis. Quando te conheci eu estava me sentindo tão perdida, imersa em sentimentos que eu julgava serem amor. Mal eu sabia que amor não se comparava em nada com tudo aquilo que eu julgava sentir. Eu pensava que jamais gostaria novamente de alguem. Mais então vc chegou e me mostrou que o amor não precisa ser doloroso, não precisa ser ciumento, não  precisa ser mesquinho. O amor que descubri ao seu lado é paz é luz. É o sentido quando tudo parece estar perdido. É poder ficar ao seu lado sem nada dizer, é chorar até não acabar mais em seus braços enquanto voce me faz cafuné, é ter aonde ir depois de um dia onde tudo da errado, é poder dizer mil coisas com apenas um olhar.

Ah como é bom estar com vc, como é bom descobrir  cada dia que a vida é maravilhosa de se viver quando estou ao seu lado. Voce me protege, voce me acalenta, voce me faz viver sonhando mesmo  quando estou acordada. No começo eu pensei que estava ficando louca, não sabia o que pensar, como agir, eu só conhecia a desconfiança e nunca conseguia me entregar de verdade á um relacionamento, então voce veio e tirou todos os meus medos e me mostrou que pode haver cumplicidade, respeito, carinho, entre homem e mulher. 

Passamos por muitos momentos dificieis tambem, e voce sempre aturou com tanto amor e paciencia as minhas infantilidades, os meus chiliques.Nunca desistiu de mim, e sempre me mostrava como ser uma pessoa cada vez melhor.

Todos dizem que fomos feitos um pro outro,  eu o conheci em um dia bem frio sabe, aqueles que agente usa taaanta roupa pra se proteger contra o frio que vira uma obesa... Mais engraçado, apesar de tudo eu estava me sentindo muito bem! Era um dia típico de começo de junho, quando o vento é tão gelado que deixa seu nariz todo vermelho... Estava eu a caminho da faculdade, quando o vi, nossa parecia uma visão...Que garoto lindo, eu pensei. Mais ele nem reparou em mim, só os feios que andam assim dando bola pra todo mundo! Continuei andando, apressei o passo pra ultrapassar ele, afinal não queria mais ficar o observando. E puft, esbarrei nele vcs acreditam?? Coisa de novela mesmo! Morrendo de vergonha me apressei em me desculpar, nossa como fiquei nervosa, derrepente o ar não me pertencia mais, muito menos minhas pernas. Borboletas no estomago, há quanto tempo não as sentia mais! -Tudo bem com vc? A voz linda dele me despertou daquele estado de torpor á qual me encontrava, respondi que estava bem, me desculpei mais uma vez. Não falamos mais nada e ele seguiu o rumo dele... Tudo bem, falei pra mim mesma, era só mais um estranho. Mais o meu coração não dizia a mesma coisa. Passei o resto do dia pensando no tal garoto, como ele se chamaria? Será oq ele achou de mim? Uma louca concerteza.

Uma semana tinha se passado, eu até ja tinha tirado ele da minha mente. Umas amigas me chamaram pra um barzinho perto da casa delas que havia sido aberto á pouco tempo, e eu topei, fui. Ia ter uma bandinha de rock tocando por lá. Logo me animei. Chegamos lá, ambiente super descontraido, musica boa, gente bonita. Pera ai gente bonita? Quando olhei pro palco, lá estava ele! O meu adorado estranho, cantando Algum dia, do Capital Inicial! Quase tive um troço... Bem na hora ele percebeu que estava ali parada, olhando e me retribuiu o olhar, nem acreditei. O resto da noite foi meio que assim, troca de olhares. Já estava ficando tarde, eu tinha que ir embora, senão ja viu, minha mãe ia me matar. Olhei pro palco, ele n estava mais lá. Mais uma vez eu tinha o perdido.  Saimos eu e minhas amigas, em direção ao estacionamento, e lá estava ele, colocando umas coisas no seu carro- mais uma vez entrando no meu caminho. Aquilo parecia um sinal, não pensei duas vezes, fui lá conversar com ele, dizer que tinha adorado o show. Ele me chamou pra voltar com ele pra dentro do barzinho, não pensei duas vezes, me despedi das minhas amigas e fui, depois eu chamava um taxi. Só não podia deixar ele escapar de novo. Conversamos por horas. Parecia que já nos conheciamos á anos. Estava ficando tarde, e ele se ofereceu pra me deixar em casa, no caminho viemos escutando Jack Johnson, poderia ser mais perfeito? Naquela noite aconteceu o nosso primeiro beijo e quando finalmente nossos lábios se uniram , senti uma sensação de extremo conforto. Não eram fogos de artifício ou uma grande explosão dos meus desejos. Mas ainda assim, uma colisão. Juntamente com a indecisão. Era incrivelmente difícil definir se aquilo era apenas paz, ou se vinha com uma pequena sensação de segurança envolvida. Não importava. Eu estava sorrindo, afinal.  Foi mágico e sempre é magico o nosso beijo enquanto ele segura a minha mão. A sensação de torpor, as borboletas no estomago nunca desapareceram, nunca desaparecerão. 

Hoje nós estudamos na mesma faculdade, rs, consegui convencer ele á ingressar na área da saude, temos tantos planos para o futuro. Ficamos noivos em uma dia perfeito, chovia quando ele  me surpreendeu  e do nada  colocou aquele anel no meu dedo. É maravilhoso ter sempre ele por perto, cuidando de mim, me ajudando em tudo.  Eu o quero tanto . No café da manhã, lanche da tarde, e ao meu lado da cama nos badalares da noite, porque gosto do seu jeito, da forma como seu cabelo balança, ou do modo como pronuncia as palavras quando diz que me ama. Eu simplesmente amo a sua maneira de me acordar, de cuidar de mim, amo a sua capacidade de com um simples toque, um olhar, fazer meu corpo todo arrepiar. Gosto de te observar e imaginar o que será de nós daqui há algum tempo. Fico feliz em saber que você está respirando, ou que sempre poderei estar com vc  no dia seguinte, e no que se segue após ele, também… 

 

 Antes de vc eu queria um final feliz, my happy ending era a musica da minha vida, mais agora eu não quero um final feliz. Eu quero um caminho inteiro com voce!

 



publicado por Déia Nascimento às 02:12
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 13 de Julho de 2011
FIM

 

 

 

 

 

Ah, eu realmente não me entendo, me coloco em situações que poderiam ser evitadas, provoco sentimentos desnecessários. E tudo isso porque? NÃO SEI. Estou me sentindo tão culpada, com uma angustia dentro de mim que não tem fim. Eu sei que fiz o melhor, só não sei se foi da melhor forma. As coisas acontecem tão rápido, simplesmente fogem do nosso controle. Não se deve brincar com o coração, independente de ser o seu, ou o dos outros, ta certo eu aprendi. Só queria poder esquecer isso esta noite, só queria deitar a cabeça no meu travesseiro, fechar os olhos e dormir tranquilamente. 

To sentindo tanto medo. Será que eu sou uma pessoa tão horrivel assim?? De verdade não queria que as coisas chegassem á esse ponto, mais ja não podia mais fingir. Não pudia mais fugir. Só que agora nem sei se estou me sentindo melhor. Droga de mania de machucar os outros. Nunca mais eu vou começar alguma coisa com alguém se não existir de verdade um sentimento muito forte, tenho que aprender a ficar sozinha. Tenho que aprender a controlar impulsos. Há algum tempo que ando me envolvendo em relacionamentos pouco saudáveis, mesmo sabendo que alguém pode sair arrasado, mesmo assim eu prossigo. Poxa acho que ando muito carente, buscando em vários lugares algo que nunca encontro, porque  só existe em um lugar realmente, um lugar bem distante e complicado.

Eu só quero dar um tempo nisso, sabe? E me isolar em uma galáxia bem distante, ou dar uma de viajante  por aí. Sem celulares, mensagens, culpa, chantagens,  qualquer merda que me faça lembrar sua existência.  Isolar-me de mim mesma. 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por Déia Nascimento às 23:08
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 12 de Julho de 2011
Mãos de tesoura

 

 

 

 

Tenho essa enorme tendência Edward mãos de tesoura, tudo em que ponho a mão, acabo rasgando, cortando ou despedaçando. Mas não leve a mal, não faço isso apenas com os outros, mas a mim mesma também. Eu to cansada de carregar o peso do mundo em minhas costas. Em ter que agradar todo mundo e nem sempre conseguir. Mais  eu sinto muito por não ser o que você esperava, mas sinto mais ainda por ter lhe atribuído características que não eram suas . Sinto muito por depositar-lhe sonhos. A culpa não foi sua. A culpa não foi minha. A culpa não foi nossa. Acho que o mais fácil seria culpar este universo cósmico por tudo que deixamos de ser, por tudo que poderíamos ter sido. Eu sei já acabou, e eu não sinto mais nada, sério. Mas então me explique o por quê de as coisas não voltarem a ser como antes de eu conhecer ele? Sei lá tá tudo tão estranho desde que ele se foi. Me sinto fria, calculista ás vezes. Talvez tenha ficado mais racional. Talvez meu coração tenha congelado. Nossa quanto drama. Talvez eu apenas tenha deixado de ser uma boba.

Eu só queria conseguir mandar para o inferno essa sensação de perna manca e ombros que sustentam o peso do mundo. Eu só queria poder sair por aí, sorrindo, sem me preocupar com o que vai ser do amanhã, ou ter de me importar com o que as pessoas vão pensar. Ser leve, ser livre. Sorrir com os olhos, mesmo quando tudo parece estar perdido. É eu preciso de férias, não aguento mais aquela faculdade e principalmente, não aguento a pressão de todos que me rodeiam, que me cobram decisões á todo instante. Eu não sou de ferro, eu sou humana.  É duro demais fazer-se de pedra porque, quando há uma forte rachadura, não há ninguém que acredite que ela realmente esteja ali. Quando está. Quando fere. Quando machuca. Quando se sabe que não há concerto, e que nem mesmo há uma forma de tentar emendar os dois pedaços… Afinal, no fim das contas, é só uma pedra. Nada com o que alguém vá se importar, de fato.

 

Ah, chega, ja falei demais também, Eu só odeio essa minha mania auto-destrutiva de conseguir estragar tudo.

 

 




publicado por Déia Nascimento às 16:58
link do post | comentar | favorito

Elos.

 

 

 

E não importa quanto o tempo passe, e o quanto as coisas mudem. Ela sempre guardará consigo a melhor parte de mim, guardará o meu coração. Minha mente. E todas as nossas lembranças. Acho que isso é uma daquelas coisas que pode se denominar como amizade, afinal.

 

 

Somos elos. Ou ao menos fomos um dia.  Só sei que sorriria ao poder planar sobre tua mente, e entender o que realmente se passa contigo, para então conseguir nomear o que é isso que fere o meu peito de uma forma tão angustiantemente boa. Você será como os raios de Sol que invadem todos os dias meu quarto pela janela; e tem o poder de me despertar e me fazer feliz. E eu serei a Lua que lhe ilumina as noites, para refletir o brilho- do mar, mesmo quando estiver tão presa em minha própria solidão. E não me importo de estar assim, desse jeito, desde que eu esteja assim com você.

 

 

 

Déia Nascimento!

 

 


 

 



publicado por Déia Nascimento às 03:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

O "eu" meu, e o "eu" dos outros

 

 


"(...) Aliás eu também talvez seja o personagem de mim mesma , porque sinto de vez em quando que sou o personagem de alguém . É incomodo ser duas: eu pra mim e o eu pros outros..."

 

Clarice Lispector

 

 

 

 

Estava lendo Clarice Lispector e esse trecho despertou em mim  algo que já vinha me incomodando á algum tempo: a estranha mania de criar personagens para mim mesma, e acontece assim mesmo sem eu perceber. E quando vejo ja estou atuando. As vezes penso que crio personagens de acordo com as expectativas que cada pessoa alimenta á meu respeito. As pessoas sempre esperam tanto de mim que fica dificil ser eu mesma. Então busco ser como querem me ver. E assim agrado. Mais será que alguém realmente me conhece?? Me lembro que alguem ja me conheceu, mais não importa agora. Então eu sinto a necessidade de ser eu. Eu me conheço? Então desagrado, por que ninguem gosta de fraquezas. Mais se ah, eles soubessem então  quem sabe eu poderia ser eu mesma. Mais por enquanto personagens eu sou, sempre criados diante situações e expectativas. Planejados. Vividos ou fingidos? Será que eu sou bipolar...

Gostaria de saber até onde sou eu e em onde ja começo a ser personagem. Somos frutos da mesma árvore? NÃO! O personagem é tudo que eu queria ser e não fui.  O que é ela? Ela é as ondas do mar, livres e soltas, enquanto eu sou a floresta presa , espessa e misteriosa. 

Eu sempre quis achar um dia um personagem que vivesse por mim, pois a vida é tão repleta de surpresas e perigos. 

A diferença entre mim e a personagem se pode sentir , eu, enclausurada no meu pequeno mundo estreito e angustiante, sem saber como sair para respirar a beleza do que está fora de mim. Já o eu criado é ágil, graciosa, cheia de badalar de rimas e risos, eu, pareço estar amarrada á um destino. A personagem tem a leveza de quem nunca tem um fim.

Será que eu sei verdadeiramente quem sou eu? Noto que meus  personagens sempre são melhores que eu, o pior plágio é aquele que se faz de si mesma, o que não entendo é por que me inventei? Foi pra me enganar? TALVEZ.

As vezes me sinto ansiosa e aflita, e nem mesmo sei o porque, estou por que deveria estar, ou estou porque realmente quero? Esse é o grande problema de se fingir, ás vezes nem mesmo voce sabe o que é real. Criar personagens é real? Ou é apenas uma maneira de explicar as milhares partes dentro de mim que nunca se interligam? Talvez eu seja apenas mais um talvez, tentando ser certeza. Tentando ser para sempre, e parando sempre pela metade.  Só sei que quando não se consegue  entender e dizer, se escreve. É isso que eu faço.

 

 

 

 

Déia Nascimento!

 



publicado por Déia Nascimento às 01:46
link do post | comentar | favorito

Sábado, 9 de Julho de 2011
Sempre em frente

 

 

 

O tempo não para. Pode parecer música do Cazuza, mais ele não para mesmo. E eu agradeço por isso. Por que existem coisas que só o tempo pode curar. E eu cheguei a pensar que nunca passaria, que essa dor nunca teria fim. Mas agora aquele amor virou uma antiga paixão, confesso que ainda restam lembranças dele em mim, mais agora eu sei que são apenas lembranças que fazem parte de um passado. Eu precisava deixar isso pra trás, seguir em frente, abrir espaço pra uma nova história, por que a nossa não tem a minima chance. Nossos caminhos se separaram e acredito ter sido melhor assim. Eu me apeguei tanto á ele, eu o amava, eu o admirava. Agora acabou a admiração, eu não reconheço mais em voce aquele garoto de sorriso sincero e olhar doce. Esse garoto ficou no passado,  ele não existe mais, ficou apenas  no meu coração.  E eu tenho que ir embora, por que não existe mais espaço pra nós dois, o que tinha que ter sido já foi, me dói chegar á essa conclusão, porque voce era um sonho pra mim e mesmo depois de tudo eu me recusava á acordar. Agora eu acordei e sinto que é necessário recuperar tanto tempo perdido, reciclar meus planos antigos e criar novos. A distãncia ajudou muito, existem coisas que só conseguimos entender depois, hoje eu entendo. Hoje eu sei o que devo fazer, só não sei como. Ainda é dificil, mais já foi pior.

 

" (...) Adeus, Adeus, Adeus, meu amor.Eu não posso esconder, não posso esconder.Não posso esconder o que está por vir, eu tenho que partir, eu tenho que partir, e deixá-lo sozinho, mais sempre saiba, sempre saiba, que eu te amo tanto.
Eu te amo tanto, Adeus, olhos castanhos."
 
 
 
 
 
 
 
Déia Nascimento!

 



publicado por Déia Nascimento às 04:54
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Lembrar pra esquecer

 

 

 

 

Eu não quero mais pensar nele. Não mesmo. Estou lutando contra isso. Então preciso tirar isso de mim de alguma maneira. Eu poderia conversar com minhas amigas, mais elas estão cansadas de saber. Então decidi escrever. Eu nunca quis escrever a nossa história por que eu tinha medo, medo de assumir meu sentimento por ele, mas agora não preciso mais disso, eu assumo que se ja amei alguem esse alguem foi ele. Assumo tambem que se ja quis tirar alguem da minha vida esse alguem é ele. E eu vou  conseguir. Ele será apenas mais uma história, uma pagina escrita (digitada) no meu blog.  Começar pelo começo, por que o fim não é muito bom. Desde o primeiro dia eu o evitei, era como se eu soubesse que ele representava um perigo ambulante. INÚTIL. Não consegui, não sei o que me deu, de repente senti que precisava o encontrar. E nos encontramos, ele com aquela carinha marota e eu com todos os meus artificios pra  impressionar. Ele tão simples e eu tão cheia de mim. Eu aprendi tanto com ele. Foi incrivel a nossa sintonia, parecia que eu já o conhecia. Que agente tinha se perdido em algum tempo no espaço, e nos reencontrado naquela festa. Destinos ligados? Já no segundo encontro eu estava completamente apaixonada.  Quando o interfone tocava e eu escutava a voz dele, meu coração disparava, derrepente eu esquecia de tudo. Mais tambem por que ele precisava ser tão lindo meu Deus?

No terceiro  encontro agente já não conseguia mais desgrudar. O dia inteiro no msn, á noite juntos. Filmes, gracinhas, beijos, abraços, escadas, brigas.  Combinação desastrosa, ai coloca um toque de inveja. Deu no final de tudo. Algumas pessoas simplesmente não aguentam ver a felicidade alheia. É sempre assim. Agente sempre terminava mais nunca tinha um fim de verdade. E eu fui me perdendo cada vez mais em tantas indas e voltas. Eu não conseguia enganar a minha necessidade dele. Necessidade essa que ele nunca conheceu. Não sei se fiz o certo ou errado.Mais fiz.

Eu e ele não conseguiamos ficar muito tempo longe do outro, e então a vida deu um jeitinho. Nos separou. Eu ja briguei, lutei muito contra isso, mais ja me acostumei, aceitei. Guardo o ultimo encontro, o ultimo beijo, as ultima palavras, as ultimas promessas. Guardo o jeito dele  me olhar, de me abraçar. De alguma maneira eu sentia que seria a ultima vez, não sei explicar, ele não queria ir embora, eu não queria o deixar. Mais aconteceu.

De todas as coisas que eu ja ouvi, as que fizeram mais sentido mais efeito foi as que ele me disse. Não sai da minha mente o dia que do nada ele me olhou nos olhos e disse que eu era única. O dia que eu estava olhando pra lua e ele disse que nunca me deixaria ir embora. Mais muita coisa mudou e isso não está mais ao alcance dele. Eu não estou á alcance. Termino a nossa história agora. Termino dizendo o que tanta vezes   abraçada com ele eu repetia mentalmente, o que tantas vezes eu fingi não senti, o que tantas vezes eu calei.  Eu também te amo. Eu sempre te amei, mesmos nas horas mais dificieis eu te amei. Mesmo quando tudo parecia estar errado eu te amei.

 Adeus.

 

 

 

 

 

 

Déia Nascimento!



publicado por Déia Nascimento às 03:37
link do post | comentar | favorito


Get your own Wavy Scroller
pesquisar